01 novembro 2014

A síndrome de Mestre dos Magos: quando eles somem sem mais, nem menos.

Olá colegas, amigos e leitores!

Agora pouco estava assistindo “Adorável Psicose” (Mestre dos Magos), em um episódio em que a Natália Klein estava apaixonada por um peguete e ficaram por uma semana, só que foram encontros significativos para ela e sem mais e nem menos, o peguete sumiu e nunca mais apareceu.

O que eu estou querendo dizer querides?

Algumas pessoas aparecem em nossas vidas, se mostram de maneira especial e na hora de dar continuidade somem e nunca mais aparecem, assim como o peguete da Nathália Klein que no final do episódio, depois de sumir por dias ou semanas, reaparece e diz que para ele não foi tão agradável e que não era “muito” afim dela.

Daí fico me perguntando aqui

Se não foi recíproco porque não informar a pessoa de tal fato ao invés de alimentar esperanças e depois sumir?

 Quer dizer que quando não somos tão afins da outra pessoa, esta não merece saber o que está acontecendo?

Isso é um ato maquiavélico, tanto quando os homens fazem, como quando as mulheres fazem e se não são afins não custa informar, as pessoas merecem respeito de nossa parte, não são objetos de consumo nossos, são pessoas, com sentimentos, ilusões, sonhos dentre outras coisas que te fazem um ser afetivo e humano.

Sumir é um ato de covardia com a outra pessoa e entendo que não entrar em contato é uma das maneiras mais desrespeitáveis e desprezíveis que uma pessoa pode fazer com a outra, não devemos concordar e muito menos permitir.

Seguindo essa lógica, quando a pessoa está afim de você, realmente ela vai te procurar, vai tentar demonstrar de alguma maneira que está ali e não simplesmente sumir, pois, sumir é o que te faz ter certeza que a pessoa não tem o mínimo respeito por você e muito menos quer seu bem, pois prefere sumir a te dar algum nível de explicação.


Bem, vou terminando o texto por aqui e espero que tenham entendido que quando realmente respeitamos as pessoas, não damos espaço para que entrem em confusão mental, mas sim, jogamos limpo e verdadeiramente, quem não se importa conosco, não quer nossa presença por perto e muito menos se importa com nossos sentimentos.

Nenhum comentário: